Indonésia deporta suspeito de ligação com homem do sapato-bomba

Autoridades indonésias deportaram para o Egito um cidadão paquistanês com conexão com supostas atividades terroristas, inclusive a tentativa de detonar explosivos em um avião norte-americano no mês passado, informou hoje a imprensa local. Havis Muhammad Saad Iqbal foi deportado para o Egito a pedido das autoridades egípcias em 11 de janeiro, dois dias depois de ter sido preso em Jacarta por violar as leis de imigração do país, informou o jornal Suara Pembaruan, citando o chefe do serviço secreto indonésio. Iqbal, de 25 anos, é suspeito de ter vínculos com um homem que tentou detonar explosivos dentro de seu sapato no interior de um avião da American Airlines que ia de Paris a Miami, assim como outras supostas atividades terroristas no Egito, disse Mahmud Hendropriyono, o chefe do serviço secreto. Ele não forneceu mais nenhum detalhe.

Agencia Estado,

17 Janeiro 2002 | 14h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.