Indonésia extradita 4 suspeitos de ataques no Timor Leste

Eles participaram dos atentados frustrados do dia 11 de fevereiro contra o presidente e o primeiro-ministro

Efe,

05 de maio de 2008 | 04h48

A Indonésia extraditou nesta segunda-feira, 5, para o Timor Leste quatro suspeitos de terem feito parte nos ataques frustrados do dia 11 de fevereiro contra o presidente, José Ramos Horta, e o primeiro-ministro, Xanana Gusmão. Fontes policiais citadas pela agência indonésia Antara disseram que os quatro, detidos há duas semanas, foram vistos quando subiam algemados a um avião em direção a Bali, de onde voarão para Díli para ser julgados por tentativa de assassinato. Ramos Horta ficou ferido no atentado no qual perdeu a vida o militar rebelde Alfredo Reinado, enquanto Gusmão saiu ileso do ataque contra seu veículo oficial.

Tudo o que sabemos sobre:
Timor LesteRamos Hortaatentado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.