Indonésia pedirá a EUA que não tentem impor sua visão de "terrorismo"

O ministro da Defesa da Indonésia, Juwono Sudarsono, revelou nesta quinta-feira que pedirá aos Estados Unidos que não tentem impor aos outros países sua visão de como lidar com o "terrorismo" porque isso servirá apenas para alimentar descontentamento no resto do mundo.Sudarsono disse que levantará o tema durante um encontro com o secretário de Defesa dos EUA, Donald Rumsfeld, que na próxima semana deverá visitar a Indonésia, o maior país muçulmano do planeta."Nós diremos aos Estados Unidos que se eles exigiram que os outros lidem com o terrorismo da mesma forma que eles, isso não prejudicará somente os Estados Unidos, mas alimentará descontentamento com os americanos entre as comunidades do mundo", disse Sudarsono a jornalistas.De acordo com o ministro indonésio, o melhor que os EUA teriam a fazer seria permitir que cada país lide com o terrorismo da forma que achar melhor, e não com base na vontade americana ou de outras partes. Ele não entrou em detalhes sobre quais seriam as "outras partes". EUA e Indonésia foram os alvos dos mais mortíferos atentados extremistas deste início de milênio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.