Indonésio é condenado a 15 anos de prisão por atentados de 2005

Um tribunal condenou nesta quinta-feira a 15 anos de prisão um dos terroristas que cometeram os atentados com explosivos que mataram 20 pessoas e feriram 200 no dia 1 de outubro de 2005, na ilha de Bali, o principal destino turístico da Indonésia.O juiz Daniel Palipin sentenciou o indonésio Anif Solchanudin, de 24 anos, a uma pena cinco anos maior que a solicitada pela Promotoria.É a segunda pessoa condenada pelo atentado. Outros dois casos ainda serão julgados. O também indonésio Abbul Aziz, de 30 anos, foi condenado a oito anos de prisão em 5 de setembro passado.A Indonésia, o país que abriga a comunidade muçulmana mais numerosa do mundo, sofre um atentado terrorista islâmico por ano há quatro anos.A Polícia responsabiliza a organização Jemaah Islamiya, considerada o braço da Al-Qaeda no Sudeste Asiático.O malaio Nasir Abbas, antigo militante da Jemaah Islamiya, declarou esta semana à rádio australiana ABC que está convencido de que seus antigos companheiros tentarão cometer mais atentados este ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.