Indonésios fazem protestos anti-EUA

A polícia indonésia usou tiros e gás lacrimejante para conter um confronto com centenas de ativistas islâmicos que se reuniram em frente à Embaixada dos Estados Unidos em Jacarta, capital do país. Policiais agrediram vários manifestantes com cacetetes, disseram testemunhas, mas não há informações de que alguém tenha ficado seriamente machucado nos confrontos.O grupo, com cerca de 500 pessoas, também fez uma manifestação em frente ao prédio das Nações Unidas. A polícia ainda usou jatos d´água para conter os manifestantes. Protestos anti-EUA também foram vistos por toda a Indonésia, país que controla a maior população muçulmana do mundo. Na cidade de Makassar, por exemplo, indonésios queimaram bandeiras americanas e destruíram a fachada de uma loja do McDonald´s. Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.