Indonésios pedem renúnica de presidente

Milhares de pessoas cercam o palácio presidencial na Indonésia para pedir a demissão do presidente Abdurrahman Wahid, acusado de corrupção e incapacidade para frear a grave crise econômica do país e a violência separatista, que já vez milhares de vítimas. O protesto está sendo organizado pela Junta Executiva Estudantil da Universidade da Indonésia. Cerca de 9 mil agentes de segurança foram deslocados para a capital indonésia para garantir a ordem. O clima é tenso e a polícia teme confrontos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.