Inflação na zona do euro estável pelo 3º mês seguido

O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) da zona do euro subiu 2,4% em julho, na comparação com o mesmo mês do ano passado, segundo dados finais da Eurostat. O dado indica inflação estável pelo terceiro mês seguido. Em base mensal, o CPI caiu 0,5% em julho, depois de recuar 0,1% em junho ante maio.

LONDRES, 16 (AE), Agência Estado

16 de agosto de 2012 | 08h33

Os resultados ficaram inalterados em relação aos cálculos preliminares da Eurostat para julho, como previsto pelos economistas consultados pela Dow Jones. Embora a taxa tenha permanecido acima da meta do Banco Central Europeu (BCE) de 2% ou menos, existem poucos sinais de um aumento iminente e, assim, as preocupações inflacionárias não são consideradas ameaça para uma ação do BCE para impulsionar a economia da região.

Os preços da energia subiram 6,1% no ano em julho, a mesma alta de junho, enquanto alimentos, álcool e tabaco avançaram 2,9%, um crescimento menor do que o de 3,2% registrado em junho. O núcleo da inflação, que exclui energia e alimentos, aumentou 1,7% em julho ante julho de 2011 e 1,6% ante junho. Excluindo tabaco, a inflação foi de 2,3% em julho, a mesma de junho.

Nos 27 países da União Europeia o CPI caiu 0,4% em julho ante junho e subiu 2,5% ante julho de 2011, inalterado em relação ao dado revisado de junho. As informações são da Dow Jones

Tudo o que sabemos sobre:
Zona do euroinflaçãojulho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.