Bernat Armangue/AP
Bernat Armangue/AP

Informações contraditórias apontam dois vencedores no Egito

Junta militar critica anúncio não oficial de resultado das eleições

22 de junho de 2012 | 14h06

Texto atualizado às 17h15

CAIRO - Informações contraditórias apontam tanto o candidato dos militares, Ahmed Shafik, como o candidato da Irmanda Muçulmana, Mohamed Mursi, como vencedores das eleições no Egito. De acordo com a CNN, a agência de notícias semi-oficial do país Al Ahram, em árabe, aponta Mursi como vencedor, enquanto a agência em inglês anuncia a vitória de Shafik. 

Veja também:

link Human Rights Watch critica excesso de poder da Junta Militar do Egito

link Islamitas egípcios fazem protesto contra militares na praça Tahrir

O Conselho Supremo das Forças Armadas do Egito criticou o anúncio não oficial do resultado das eleições no país e afirmou que atuará com "firmeza" contra qualquer ataque ao que for de interesse público. De acordo com a nota, o anúncio causou tensão nas ruas.

 

Com informações da AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.