Informante receberá US$ 30 milhões por Uday e Qusay

As autoridades militares americanas não deram detalhes sobre o misteriosos informante que indicou o lugar onde estavam os filhos de Saddam Hussein, mas já anteciparam que ele deve receber a recompensa: US$ 30 milhões. O Departamento de Estado ofereceu um prêmio de US$ 15 milhões, como parte do Programa Recompensa para a Justiça, para informações que conduzissem à captura ou à morte de cada um dos filhos de Saddam, e US$ 25 milhões para o próprio ditador. "Tivemos um informante", disse o comandante das tropas dos EUA no Iraque, general Ricardo Sanchez, acrescentando que os EUA esperavam pagar a recompensa. Tão logo se espalhou a notícia da morte dos dois odiados filhos de Saddam, tiros esporádicos foram disparados à noite em várias direções de Bagdá. Eram fuzis Kalashnikov, metralhadoras e pequenas explosões. Em muitos terraços pessoas disparando para o céu, numa celebração que durou ao menos 20 minutos. Uday tinha fama de playboy e de seqüestrador e estuprador de mulheres. Qusay era visto como um tipo calmo e calculista, tão cruel como Uday. Mas, apesar da derrubada do regime e do anúncio da morte dos dois, muitos iraquianos ainda permanecem aterrorizados e temem dar declarações. Muitos dizem que não se sentirão seguros enquanto não houver sólidas evidências da prisão ou morte deles. Alguns cidadãos enfatizaram que a morte de Uday e Qusay não vai tornar sua vida mais fácil nem melhorar sua disposição em relação às tropas de ocupação.

Agencia Estado,

22 Julho 2003 | 19h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.