Inglaterra envia resposta por escrito ao Irã sobre militares

A Inglaterra enviou ao Irã uma resposta por escrito sobre a detenção dos 15 integrantes da Marinha britânica no Golfo Pérsico há oito dias, disse neste sábado, 31, a secretária de Relações Exteriores, Margaret Beckett. Falando a repórteres durante uma reunião de ministros das Relações Exteriores da União Européia, ela disse: "demos a nossa resposta e agora iniciamos as discussões. Como vocês devem saber, esta época é de feriado no Irã e isto talvez não ajude muito". A Inglaterra alega que os marinheiros estavam patrulhando em águas iranianas no dia 23 de março, mas, para o Irã, a missão adentrou em território iraniano. Beckett disse que até o momento o comunicado britânico não havia sido respondido.O presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, exigiu que o Reino Unido deve se desculpar com seu país, algo que Londres se nega a fazer por enquanto. Ambos os países divulgaram imagens por satélite e mapas para demonstrar que têm razão na disputa: o Reino Unido insiste em dizer que estava em águas iraquianas, ao passo que o Irã acusa invasão no seu território.O embaixador iraniano em Moscou, Gholam-Reza Ansari, disse neste sábado que os 15 britânicos poderão ser julgados por "violação das leis internacionais", por terem entrado em águas territoriais iranianas.O embaixador acredita que o governo britânico precisa admitir seu erro e pedir desculpas ao Irã pela entrada de seu pessoal em águas do país.Ansari lamentou que Londres "tenha transformado o assunto em uma crise em vez de tentar resolvê-lo por meio dos canais diplomáticos".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.