Ingleses acham uma nau funerária viking

A descoberta de um punhado de antigos pregos de ferro, a fivela de um cinturão e algumas moedas de prata, no nordeste da Inglaterra, encheu de entusiasmo os especialistas em cultura viking. Eles parecem indicar a existência de um barco usado em enterros pelos nórdicos.?Podermos ter a oportunidade de encontrar e datar, de uma vez por todas, a primeira embarcação funerária viking. Esse pode ser um dos achados vikings mais importantes nas ilhas britânicas?, diz o arqueólogo Simon Holmes, na apresentação dos artefatos do século 9, hoje, no Museu de Yorkshire.Esse tipo de funeral foi encontrado nas ilhas inglesas Orkney e Shetland, e na Irlanda. ?Sabemos que temos um funeral viking´´, diz Holmes. ?O que temos de fazer agora é situá-lo num barco.?O sítio arqueológico, cuja localização é mantida em segredo, foi encontrado em dezembro por amadores que trabalhavam como detectores de metal. Eles informaram, em janeiros, os especialistas em antigüidades sobre sua descoberta.A presença dos pregos, especialmente desenhados para serem usados na fabricação de embarcações, junto com fragmentos de duas espadas e de medalhas, levantaram esperanças de a excavação permitirá descobrir os elementos de uma cerimônia escandinava, em que pessoas eram colocadas num barco com seus objetos para serem levados para a outra vida.O barco deveria ter cerca de 30 metros de cumprimento, levando-se em consideração o tamanho dos pregos, como indicam os detectores de metal, segundo Holmes. ?Trata-se de um legítimo dragão viking?, ele acha.Os dragões vikings eram embarcações estreitas, de grande capacidade de manobra, que permitiam aos invasores escandinavos locomover-se com rapidez e atacar antes que as defesas pudessem rechaçá-los. O achado de Yorkshire data, aparentemente, de fins do século 9, segundo Holmes, uma época em que os vikings começaram a conquistar e estabelecer-se na Inglaterra, em vez de limitar-se a invadir e saquear.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.