Ayuntamiento Madrid/EFE
Ayuntamiento Madrid/EFE

Iniciais MC são encontradas em cripta onde se procura restos de Cervantes

Equipe encontrou um caixão em mal estado com as iniciais MC e agora analisará se a ossada encontrada corresponde a do escritor

O Estado de S. Paulo

26 de janeiro de 2015 | 08h06

MADRI- A equipe que procura os restos mortais de Miguel de Cervantes na igreja das Trinitárias de Madri, onde acredita-se que foi enterrado, encontrou um caixão em mal estado com as iniciais MC e agora analisará se a ossada encontrada corresponde a do escritor, informaram à agência EFE fontes municipais.

No nicho número 1 da cripta foi encontrada uma tábua de madeira muito deteriorada com barras de ferro que formam as iniciais M.C. - que coincidem com as de Miguel de Cervantes - e agora se estudará se os restos associados a ele são do autor de Dom Quixote, morto em 1616.

Os técnicos iniciaram a fase legista e antropológica da busca de Cervantes, que consiste em estudar se em algum dos 36 nichos ou das várias sepulturas descobertas no subsolo estavam seus restos mortais.

A descoberta da tábua ocorreu ontem ao meio-dia, "quase no primeiro golpe de picareta" e foi uma "surpresa" que causou "grande expectativa" na equipe, informaram à EFE fontes ligadas aos pesquisadores.

Apesar do achado, os pesquisadores consideram que "tudo está em aberto" e que não há "conclusões" definitivas, embora um dos diretores do projeto disse estar convencido de que se trata de um avanço "muito importante", apesar de ser o legista que vai determinar se é realmente o que estão procurando. / EFE

 

Tudo o que sabemos sobre:
EspanhaMiguel de Cervantes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.