Inspeções de armas devem ter regras mais rígidas, diz Powell

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Colin Powell, disse que seu país está determinado a resolver o "problema" Iraque de uma vez por todas. Para isso, segundo ele, medidas mais rígidas são necessárias na direção do trabalho dos inspetores de armas da ONU. Powell afirmou que uma nova resolução deverá estabelecer procedimentos rigorosos para os inspetores e prever conseqüências para o caso de o Iraque falhar em eliminar armas de destruição em massa.Segundo Powell, os inspetores de armas não podem voltar ao Iraque sob os termos das velhas regras. Ele acredita que a busca por arsenais escondidos no Iraque deve ser suspensa até que o Conselho de Segurança da ONU adote novas diretrizes. Para o secretário, enviar os inspetores de volta ao Iraque depois de um intervalo de quase quatro anos agravaria "o risco de os inspetores serem enganados por Saddam Hussein". Ele afirmou que a comunidade internacional não pode ficar satisfeita com as "meias verdades" do Iraque, que "nos coloca de volta ao mesmo pântano" de antes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.