Inspetores de armas químicas da ONU deixam a Síria

Em comunicado, a ONU indicou que a apresentação formal dos resultados ao Conselho de Segurança e a outros países-membros deve ocorrer somente na próxima semana

O Estado de S. Paulo

31 de agosto de 2013 | 14h54

A equipe de 20 inspetores de armas químicas da ONU partiu neste sábado, 31, da Síria para o Líbano, de onde alguns deles embarcaram para Nova York, levando amostras de sangue e tecido humano, depoimentos de vítimas e outras evidências do uso de armas químicas na periferia da capital Damasco em ataque que deixou 1.429 mortos no dia 21 de agosto. Os inspetores visitaram durante três dias as áreas onde ocorreram esses ataques.

Eles devem se reunir imediatamente com o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, para lhe informar o que encontraram. Em um comunicado, a ONU indicou que a apresentação formal ao Conselho de Segurança e a outros países-membros da organização deve ocorrer somente na próxima semana. Com agências internacionais

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.