Insurgentes morrem após ataque contra base da Isaf no Afeganistão

Seis fundamentalistas suicidas detonaram explosivos, mas foram repelido a tiros por forças afegãs e estrangeiras

Efe

13 de novembro de 2010 | 06h30

CABUL - Pelo menos seis insurgentes morreram neste sábado, 13, em um ataque contra uma base da Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf) na província oriental afegã de Nangarhar, informou uma fonte da polícia local.

O ataque aconteceu no início da manhã deste sábado no distrito de Behsud, próximo à cidade de Jalalabad, quando um grupo de seis fundamentalistas suicidas lançou um ataque contra uma base da Isaf - a missão da Otan no Afeganistão - que foi repelido a tiros por forças afegãs e estrangeiras.

De acordo com a fonte policial, dois terroristas suicidas detonaram a carga explosiva que levavam na entrada da base com o objetivo de romper o cerco de segurança e facilitar a passagem do restante deles.

Durante o enfrentamento, as tropas afegãs postadas no exterior da base militar abateram os outros quatro fundamentalistas talebans.

Em comunicado divulgado neste sábado, porém, a Isaf apresenta dados discordantes, informando da morte de oito insurgentes, um dos quais vestia um colete suicida. Segundo a missão da Otan, "de acordo com os relatórios iniciais" não houve baixas entre suas fileiras.

Um porta-voz talebans, por sua vez, atribuiu a autoria da ação a seus homens e assegurou que pelo menos seis agentes de segurança morreram no ataque.

Nos últimos meses, os talebans protagonizaram frequentes ataques contra comboios, bases e aeroportos ligados às tropas internacionais destacadas em todo o território afegão, especialmente no sudeste do país, onde predomina a etnia pashtun.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.