Íntegra de discurso de George W. Bush

A seguir, a íntegra do discurso feito nesta quarta pelo presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, a membros de seu gabinete e líderes do Congresso na Casa Branca:"Acabei de participar de uma reunião com nossa equipe de segurança nacional e recebemos os últimos informes da Inteligência. Os deliberados e mortíferos ataques perpetrados ontem contra nosso país foram mais do que atos de terror. Foram atos de guerra."Isso vai exigir a união determinada e resoluta de nosso país. A liberdade e democracia estão sob ataque. "O povo americano precisa saber que nós estamos enfrentando um inimigo diferente do que jamais havíamos enfrentado. Esse é um inimigo predador de pessoas inocentes e desavisadas que corre para se proteger, mas não poderá se proteger para sempre. Esse é um inimigo que tenta se esconder, mas não poderá se esconder para sempre. Esse é um inimigo que pensa que seu refúgio é seguro, mas ele não será seguro para sempre. "Esse inimigo atacou não apenas nosso povo, mas as pessoas amantes da liberdade em qualquer lugar do mundo. "Os Estados Unidos e a América vão usar todos seus recursos para capturar esse inimigo. Vamos correr o mundo. Vamos ser pacientes; seremos diretos e leais a nossa determinação. Essa batalha necessitará tempo e determinação. Mas não tenham dúvidas sobre isso, nós vamos vencer. "O governo federal e todas nossas agências estão conduzindo os negócios, mas não os negócios de sempre. Estamos trabalhando em alerta de segurança máximo. A América está indo em frente enquanto nós precisamos permanecer cientes das ameaças contra nosso país. "Os que têm altos cargos precisam adotar as precauções necessárias para proteger nossos cidadãos. Mas nós não vamos permitir que esse inimigo vença a guerra e mude nosso modo de viver, restringindo nossas liberdades. "Esta manhã enviei ao Congresso o pedido para um fundo de emergência, de modo que estaremos preparados para gastar o que for necessário para resgatar as vítimas, ajudar os cidadãos de Nova York e Washington, reagir à tragédia e proteger nossa segurança nacional. "Quero agradecer aos membros do Congresso por sua união e apoio. A América está unida. As nações amantes da liberdade no mundo estão ao nosso lado. "Essa será uma monumental luta entre o bem e o mal. Mas o bem vai vencer. Muito obrigado."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.