Integrante do Pussy Riot é enviada a nova prisão

A integrante da banda russa Pussy Riot Nadezhda Tolokonnikova está sendo enviada para um novo complexo de detenção, segundo a agência de notícias Interfax. A informação foi divulgada em meio a alegações feitas por seu marido de que Nadezhda Tolokonnikova não entra em contato há alguns dias.

AE, Agência Estado

02 de novembro de 2013 | 13h01

Ela começou uma greve de fome para protestar contra as condições carcerárias em setembro e foi hospitalizada. O serviço de detenção disse em meados de outubro que ela seria transferida.

O Serviço Penitenciário Federal da Rússia afirmou que Tolokonnikova estava sendo levada para uma nova prisão e que, de acordo com as regras, sua família deve receber informações dentro de 10 dias a partir da chegada no local. As autoridades não puderam ser encontradas pela Associated Press para comentar sobre o assunto.

Tolokonnikova está cumprindo dois anos de prisão após um show "politicamente provocativo" da banda na principal catedral ortodoxa de Moscou em 2012. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
RÚSSIAPussy Riot

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.