Integrante do Tea Party associa Obama a macacos

WASHINGTON

, O Estado de S.Paulo

19 de abril de 2011 | 00h00

A integrante do movimento ultraconservador dos EUA Tea Party Marilyn Davenport atraiu ontem uma série de críticas por ter enviado por e-mail uma fotomontagem para seus colegas republicanos na qual o presidente dos EUA, Barack Obama, é mostrado como filho de macacos. "Agora você sabe por que não há certidão de nascimento", diz o e-mail de Marilyn. Ativistas pediram a renúncia da política.

Nas últimas semanas, os republicanos têm centrado seus ataques na origem de Obama e o Tea Party tem alimentado a polêmica de que ele não teria nascido no Havaí, mas num país estrangeiro. "Quem me conhece sabe que não sou racista. Foi uma brincadeira. Tenho amigos negros. O e-mail foi enviado para poucas pessoas, nunca pensei que incomodasse alguém", disse Marilyn.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.