Integrantes de banda punk fogem da Justiça

Duas integrantes do grupo de punk rock Pussy Riot, que há 10 dias teve três cantoras condenadas a 2 anos de prisão, fugiram da Rússia. Elas eram procuradas pela Justiça por participar do mesmo protesto que levou suas colegas à cadeia. A banda usou o altar de uma igreja ortodoxa para cantar em fevereiro contra o presidente Vladimir Putin.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.