Integrantes de 'culto canibal' são detidos

Integrantes de um culto religioso que praticavam o canibalismo foram detidos pela polícia em Papua-Nova Guiné. Os 29 presos fazem parte de uma seita que reúne cerca de mil pessoas em todo o país. O grupo é acusado de pelo menos sete assassinatos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.