Inteligência entregou detidos a torturadores

Uma investigação aberta pela Justiça da Grã-Bretanha revelou que membros do serviço de inteligência do país, o MI-5, entregaram suspeitos de terrorismo para serem torturados pelas forças paquistanesas. Em alguns casos, as denúncias, apresentadas por cidadãos britânicos, são acompanhadas de relatórios médicos que confirmam as torturas. Segundo as informações, publicadas pelo jornal The Guardian, os suspeitos eram deixados nas mãos do serviço de inteligência paquistanês para, só depois, serem interrogados pelo MI-5.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.