Internado, Nelson Mandela recebe visita de familiares

Após passar a segunda noite internado, o ex-presidente da África do Sul, Nelson Mandela, recebia, neste domingo, tratamento médico para uma infecção pulmonar. Ao longo do dia, diversos familiares de Mandela foram vistos no hospital de Pretória, inclusive a mais velha de seus três filhos vivos, Makaziwe. Pelo país, os sul-africanos rezavam pela recuperação do querido ex-presidente, hoje com 94 anos de idade.

AE, Agência Estado

09 de junho de 2013 | 17h53

Não há informações oficiais atualizando a condição de Mandela. No sábado, o governo descreveu a situação como "séria, mas estável".

O escritório do presidente Jacob Zuma informou que Mandela foi levado ao hospital, na cidade de Pretoria, por volta das 1h30 de sábado.

Desde dezembro, o líder da luta contra o apartheid foi levado ao hospital quatro vezes, sendo a última no dia 6 de abril, quando foi diagnosticado com pneumonia.

Mandela ficou vulnerável a problemas respiratórios desde que contraiu tuberculose, enquanto estava preso. O ganhador do prêmio Nobel da paz passou 27 anos na prisão, a maior parte na Ilha de Robben, perto da costa da Cidade do Cabo, onde trabalhou em uma pedreira. Nelson Mandela foi solto em 1990. Quatro anos mais tarde, foi eleito presidente da África do Sul após a queda do regime racista do apartheid. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
África do SulMandelasaúde

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.