Interpol procura 47 sauditas acusados de ligação com a Al-Qaeda

Arábia Saudita acredita que suspeitos planejam ataque no país

Associated Press

10 de janeiro de 2011 | 16h26

PARIS - A Interpol disse que colocou 47 sauditas acusados de terem ligações com a rede terrorista Al-Qaeda na sua lista de mais procurados.

 

A publicação da polícia internacional desta segunda-feira, 10, significa que os 188 países membros receberam detalhes sobre os suspeitos para que suas próprias forças policiais possam ajudar a encontrá-los.

 

No final de semana a Arábia Saudita pediu ajuda à Interpol na procura pelos suspeitos - todos de nacionalidade saudita - além de suas fronteiras. Oficiais sauditas dizem acreditar que os procurados estão planejando um ataque ao reino.

 

A Arábia Saudita divulga periodicamente uma lista de suspeitos procurados por ligações com a Al-Qaeda. O país enfrenta o grupo terrorista desde uma série de ataques internos que começaram em 2003.

 

Uma célula da Al-Qaeda está ativa atualmente no vizinho Iêmen.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.