Inundação deixa quase 60 mil desabrigados no sul do Sudão

Inundações deixaram quase 60 mil desabrigados no mês passado no sul do Sudão, e muitos deles estão ameaçados pela malária e outras doenças, disse o governo semiautônomo da região na terça-feira.

JEREMY CLARKE, REUTERS

31 de agosto de 2010 | 20h08

A situação representa mais um obstáculo para a região, que foi devastada por uma guerra civil e em janeiro decidirá em referendo se deve se tornar um país independente.

Alguns analistas dizem que a votação pode ser prejudicada pela grave situação humanitária, quase metade dos 8 milhões de habitantes sofre com a escassez de alimentos.

"No último mês 57.135 pessoas foram desabrigadas pelas chuvas", disse a subsecretária de Saúde Olivia Lomoro, acrescentando que há muita gente ameaçada por doenças.

Tudo o que sabemos sobre:
SUDAOINUNDACOES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.