Inundação em mina mata 12 trabalhadores na China

No momento do acidente, 50 mineiradores trabalhavam na jazida; responsável pela mina foi detido

Efe

28 de outubro de 2010 | 03h58

PEQUIM - Uma mina de carvão inundou na província de Guizhou, no sudoeste da China, deixando 12 mineradores mortos e um ferido, informou nesta quinta-feira, 28, a agência oficial de notícias Xinhua.

O acidente aconteceu às 7h40 local (21h40 de quarta-feira de Brasília) no distrito de Puding, na cidade de Anshun. No momento do ocorrido, 50 mineradores estavam trabalhando na jazida, explicou um porta-voz do escritório de segurança da região.

Segundo ele, 38 trabalhadores conseguiram escapar da mina, sendo que um deles ficou ferido. A polícia assinalou que o responsável pela mina escapou após o acidente, mas já foi detido.

No último dia 7, entrou em vigor na China uma nova lei com a qual, numa tentativa de reforçar as medidas de segurança, os responsáveis pelas minas são obrigados a descer ao fundo delas junto aos trabalhadores.

Com esta regulação, o governo chinês pretende reduzir a exploração exagerada, a precariedade das medidas de segurança e o número de acidentes no setor de mineração do país, que possui as jazidas mais perigosas do mundo e que deixaram mais de 2.600 mortos no ano passado.

O novo regulamento estabelece que se um acidente ocorre e nenhum responsável se encontra na mina, a empresa recebe uma multa que pode chegar a 5 milhões de yuan (US$ 737.964). Além disso, o responsável recebe uma multa no valor de 80% de sua renda no ano anterior.

Tudo o que sabemos sobre:
China, inundação, trabalhadores

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.