Inundações causadas pelo Lekima matam 71 no Vietnã

Segundo governo, muitas pessoas se negaram a ser retiradas de suas casas; há 10 desaparecidos

Efe,

09 de outubro de 2007 | 03h39

As inundações provocadas pelo tufão Lekima, as mais graves do Vietnã nas duas últimas décadas, causaram a morte de 71 pessoas e o desaparecimento de outras dez. Os novos números foram divulgados nesta terça-feira, 9, pelo Departamento Central de Tempestade e Inundações. "As inundações foram de uma intensidade que não esperávamos e mais fortes que o projeto das casas, pontes e estradas. Portanto apesar das cuidadosas preparações, o tufão tirou muitas vidas", reconheceu o diretor do Departamento, Nguyen The Luong. O funcionário acrescentou que muitos moradores das áreas afetadas pelo tufão, agora rebaixado à tempestade tropical, se negaram a ser retirados. Luong disse também que são muitas as aldeias do norte e centro do Vietnã que permanecem debaixo d'água e que só se pode chegar a elas através de lancha ou helicóptero. As equipes de resgate e pessoal do Exército continuam enviando toneladas de alimentos e remédios aos moradores que ainda permanecem sobre os telhados de suas casas. A província mais atingida é a de Nghe An, com 23 mortos, seguida de Thanh Hoa (15) e Hoa Binh (12), mas os danos também se estendem a outras nove províncias do centro e norte do país.

Tudo o que sabemos sobre:
VietnãLekima

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.