Wolfgang Rattay/Reuters
Wolfgang Rattay/Reuters

Inundações deixam 16 mortos na Europa Central

Mortes ocorreram na República Tcheca, Alemanha, Áustria e Eslováquia

O Estado de S. Paulo,

05 de junho de 2013 | 14h02

USTI NAD LABEM, REPÚBLICA TCHECA - As inundações que castigam áreas da Europa Central causaram 16 mortes, de acordo com autoridades. Outras quatro pessoas estão desaparecidas.

Oito pessoas morreram na República Tcheca - onde outras quatro estão desaparecidas -, cinco na Alemanha, duas na Áustria e uma na Eslováquia.

Na República Tcheca, mais de 19 mil pessoas foram retiradas de suas casas devido ao aumento do nível dos rios. Nesta madrugada, a cidade de Strekov, de 100.000 habitantes, ficou inundada após o rio Elba atingir um nível entre 11 e 11,5 metros, o que superou a altura dos diques de contenção, de 10 metros, informou o jornal iDNES.

O rio Moldávia, que tem uma fluência de 2.500 metros cúbicos por segundo, segue ameaçando várias regiões. A circulação dos trens nas rotas regionais próximas foram canceladas.

No sul da Alemanha, pessoas foram resgatadas por helicópteros. Milhares foram retiradas de suas casas após a cheia do rio Danúbio, em Passau./REUTERS e EFE 

Mais conteúdo sobre:
Europa Centralinundações

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.