Inundações deixam mais de 400 mortos

Chuvas de monções provocaram as piores enchentes do noroeste do Paquistão em décadas, matando mais de 400 pessoas. Milhares deixaram suas casas, enquanto as autoridades lutavam para socorrer moradores isolados. Outras 150 pessoas estão desaparecidas. Três dias de chuvas torrenciais causaram enchentes em diversos lugares e deixa-ram um rastro de destruição na província de Khyber-Pakhtunkhwa, ocupada por militantes do Taleban. Casas, pontes, escolas, estradas e ferrovias foram destruídas. As cidades de Nowshera e de Charsadda e o Vale do Swat foram os locais mais atingidos. Enchentes levaram casas e hotéis ao longo das margens dos rios. Cerca de 50 toneladas de alimentos foram levadas por ar para as áreas afetadas e isoladas do restante do Paquistão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.