Inundações deixaram 610 mortos este mês na Coréia do Norte

Os dados são do relatório do Escritório de Coordenação Humanitária das Nações Unidas

EFE

26 de agosto de 2007 | 02h10

Pelo menos 610 pessoas morreram ou desapareceram nas inundações que castigaram a Coréia do Norte este mês, o dobro que o calculado anteriormente pelo Partido Comunista norte-coreano, informou a ONU.O relatório do Escritório de Coordenação Humanitária das Nações Unidas (OCHA), elaborado a partir de dados colhidos por fontes internacionais e norte-coreanas, assegura ainda que as fortes chuvas deixaram 4.351 pessoas feridas e outras 169.561 desabrigadas.Segundo os dados emitidos pela ONU, 40.463 casas ficaram completamente destruídas, 67.056 parcialmente afetadas, e 3.732 ficaram submersas sob as águas.As inundações destruíram também 20% das plantações de arroz, e 15% das colheitas de milho do país comunista, o que representa a perda de cerca de um milhão de toneladas de produção.O Governo norte-coreano enfatizou a necessidade de ajuda internacional para o cuidado médico da população, e para evitar o surto e a propagação de doenças infecciosas.

Tudo o que sabemos sobre:
InundaçõesCoréia do NorteONU

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.