Inundações e tempestades deixam 107 mortos no sul da China

A província é uma das mais afetadas este ano pelo mau tempo na estação chuvosa

EFE,

04 de agosto de 2007 | 01h54

As inundações e fortes tempestades que castigaram nos últimos dias o sul da China deixaram 107 pessoas mortas, 23 desaparecidas e quase 1 milhão de desabrigados, informou neste sábado, 4, a agência estatal "Xinhua". Na província de Yunnan, na fronteira com Mianmar, Laos e Vietnã, 20 pessoas morreram e cinco estão desaparecidas. As inundações e deslizamentos de terra desabrigaram um milhão de pessoas, segundo a informação oficial. A província é uma das mais afetadas este ano pelo mau tempo na estação chuvosa. Já são mais de 170 mortos. Na província de Anhui, no leste, nove pessoas morreram e 90 mil foram desabrigadas pelas tempestades desta semana, segundo o relatório do Governo provincial. Cinco mortes foram resultado da queda de um edifício de dois andares atingido por um raio. Uma pessoa morreu sob uma árvore que caiu e outra foi vítima de uma colisão de um barco. Outros dois habitantes da província foram atingidos por raios. Os raios nas tempestades elétricas na China causaram a morte de mais de 400 pessoas em diversas partes do país. Este ano, mais de 800 pessoas morreram por causa de desastres naturais em toda a China.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.