Inundações já mataram mais de 900 no Caribe

Subiu para 900 o número de mortos nas chuvas que atingiram a ilha de Hispaniola, arrasando aldeias da República Dominicana e do Haiti, no final de semana. A dificuldade de se chegar aos lugares mais afetados ainda impedem o conhecimento da verdadeira magnitude da catástrofe. Na cidade dominicana de Jimani, na noite desta quarta-feira, estimativa-se 660 mortos. Na ilha de Mopou, no Haiti, as autoridades encontraram os corpos de 300 vítimas. As autoridades pediram aos familiares que entreguem listas dos desaparecidos ? cerca de 400 na República Dominicana e mais de 160 no Haiti. Mas informaram, ao mesmo tempo, que não será possível a identificação de muitos dos cadáveres, em estado avançado de decomposição. Centenas de corpos continuam sendo sepultados em valas comuns.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.