Inundações matam 25 e deslocam 200 mil na Índia

Autoridades montaram 50 acampamentos provisórios; meteorologistas advertem para mais chuvas fortes

Efe,

16 de junho de 2008 | 03h36

Pelo menos 25 pessoas morreram e cerca de 200 mil foram deslocadas devido às inundações e aos deslizamentos de terra causados pelas chuvas de monção que castigam o nordeste da Índia, informou nesta segunda-feira, 16, uma fonte oficial. Seis pessoas se afogaram no domingo à noite na região nordeste de Assam enquanto tentavam escapar de uma região inundada embarcados em uma balsa de bambu. Segundo declarou à agência indiana Ians o ministro de Ajuda e Reabilitação Regional, Bhumidhar Barman, soldados do Exército continuam com os trabalhos de resgate e assistência nas partes afetadas de Assam. No sábado, dezenove pessoas morreram e outras 30 ficaram feridas em deslizamentos de terras causadas por fortes chuvas na região vizinha de Arunachal Pradesh. As autoridades montaram 50 acampamentos provisórios para os deslocados em dois distritos. Os especialistas do governo advertiram que o rio Brahmaputra e seus afluentes estão muito acima da linha de perigo, enquanto o departamento meteorológico prevê mais chuvas fortes na região. A monção, um fenômeno meteorológico que afeta a Índia de julho a setembro, tira a cada ano várias vidas neste país, além de destruir colheitas e inundar campos agrícolas e outras propriedades, especialmente nas regiões do nordeste. Este ano, a monção chegou mais de 15 dias antes de sua data prevista.

Mais conteúdo sobre:
Índiainundaçãochuva forte

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.