Inundações matam mais de 130 no sul do país

Inundações na região russa do Mar Negro, sul do país, deixaram 134 mortos, afirmaram ontem autoridades de Moscou. Ao todo, mais de 5 mil casas foram atingidas. A tempestade intensificou-se na madrugada de sexta-feira para sábado, obrigando muitos a buscar refúgio em árvores, telhados e postes à espera de socorro. Na cidade de Kirmsk, a rapidez com que a água chegou e o barulho provocado pela inundação despertaram rumores de que as comportas de uma reservatório da região tivessem sido abertas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.