Inundações na China deixam 29 mortos e 370 mil desabrigados

As fortes chuvas dos últimos três dias no sul da China provocaram a morte de 29 pessoas e deixaram outras 370 mil desabrigadas, informou neste sábado a agência oficial da China Xinhua.No Cantão, sete pessoas morreram na cidade de Meizhou pordesabamentos de terra ocasionados pelas chuvas, enquanto outras 270 mil estão desabrigadas pelas avalanchas, o número mais alto na província na última década.As autoridades locais informaram que mais de 50 mil pessoas foram evacuadas das zonas afetadas pelas inundações, que arrasaram 784 casas e 15 mil hectares de cultivo, além de diques e estradas.As perdas econômicas na província de Cantão são estimadas em US$ 33,75 milhões.Os serviços meteorológicos anunciaram que cinco novastempestades acontecerão em Cantão este mês, por isso foi implantado um sistema de alarme para garantir a segurança dos cidadãos.Na província vizinha de Fujian, as chuvas não cessam desde 30 de maio e já custaram 20 vidas. Além disso, outras 50 mil pessoas foram evacuadas e 19 mil hectares de cultivo ficaram completamente destruídas.As inundações produzidas pela monção que afeta cada verão o sul da China causaram a morte desde o final de maio de 88 pessoas (incluindo os mortos dos últimos três dias).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.