Inundações na Indonésia registram 36 mortos

As inundações que atingem Jacarta, capital da Indonésia, desde sexta-feira já deixaram 36 mortos, além de 340 mil desabrigados, segundo informou a polícia nesta terça-feira. O porta-voz da polícia de Jacarta, Ketut Untung Yoga Ana, acrescentou que "uma pessoa continua desaparecida em Tangerang", de acordo com a agência de notícias estatal Antara.Como os meteorologistas tinham previsto, voltou a chover na capital indonésia na madrugada de terça-feira.A agência Kompas informou que cerca de 500 mil pessoas estão sem água potável. O serviço de energia elétrica também continua interrompido em muitos distritos de Jacarta.As imagens desta terça-feira nas televisões locais praticamente repetem as de dias atrás: pessoas tentando passar entre as águas e alguns moradores resistindo a abandonar suas casas.Segundo o jornal The Jakarta Post, centenas de pessoas que perderam suas casas se instalaram no cemitério de Karet, no centro da cidade.As autoridades calculam que 75% da cidade permanecem sob a água e alertaram para o perigo de doenças como a diarréia e disenteria.A inundação é a pior na capital desde 2002, quando morreram 40 pessoas. O governador de Jacarta, Sutiyoso, que prometeu então que a catástrofe não se repetiria, aparece agora como o principal culpado pela tragédia.Os ambientalistas denunciam que o sistema de drenagem da capital foi consideravelmente danificado pela construção de edifícios e shoppings nos últimos anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.