Inundações na Rússia já somam 53 mortes

O número de mortos por inundações no sul da Rússia chegou a 53 nesta segunda-feira, enquanto as equipes de resgate continuavam retirando moradores das zonas afetadas. Um porta-voz do ministério de Situações de Emergência, Viktor Beltsov, disse já estar confirmada a morte de 53 pessoas nas inundações que derrubaram casas, destruíram estradas e pontes e danificaram cabos de eletricidade e telefone.Em algumas áreas as águas já desceram mas a situação continua sendo grave, disse o porta-voz. As chuvas que começaram na terça-feira passada inundaram várias regiões russas. Aproximadamente 70 mil pessoas foram forçadas a abandonar suas casas, enquanto os helicópteros continuavam sobrevoando a região em busca de sobreviventes. Uma das regiões mais afetadas é a do Daguestão, na fronteira com a Chechênia: um terço do território está inundado e 400 casas foram danificadas ou destruídas. Os danos totais chegam a US$ 106 milhões, segundo estimativas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.