Inundações na Rússia já somam 72 mortes

O número de mortos pelas inundações no sul da Rússia subiu hoje para 72, informaram autoridades, ao mesmo tempo em que grupos de resgates continuam trabalhando nas áreas mais afetadas. Segundo o porta-voz do Ministério das Situações de Emergência, Viktor Beltsov, 86 mil pessoas foram retiradas de suas casas, a maioria por helicópteros, desde que as fortes chuvas começaram há uma semana. Mais de 3 mil casas foram destruídas e outras 4 mil danificadas.Várias estradas, pontes, linhas férreas e gasodutos também foram afetados. Em 110 cidades e vilas não há eletricidade. Segundo o porta-voz, um terço do território do Daguestão está submerso. Aproximadamente 12 mil pessoas estão realizando trabalhos de resgate e ajuda. O Comitê Internacional da Cruz Vermelha está enviando cobertores, barracas e água potável para a região.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.