Rungroj Yongrit/Efe
Rungroj Yongrit/Efe

Inundações na Tailândia já deixaram 21 mortos e 15 mil turistas presos

Chuvas que começaram há uma semana, ocorrem na estação que deveria ser a mais seca e quente do ano no país; deslizamento de terras e as enchentes já afetaram mais de 700 mil pessoas

Efe,

31 Março 2011 | 01h32

BANGCOC - Pelo menos 21 pessoas morreram e 15 mil turistas estão impedidos de se deslocar devido às inundações e aos deslizamentos de terra provocados pelos fortes temporais no sul da Tailândia, informou a imprensa local nesta quinta-feira, 31.

 

As autoridades recuperaram dez corpos na quarta-feira, e dezenas de moradores continuam desaparecidos depois que as 100 casas de um aldeia foram completamente arrasadas por um desmoronamento na província de Krabi.

 

O único porta-aviões do exército resgatou cerca de 800 turistas nas ilhas de Samui e Koh Tao, no Golfo da Tailândia, embora haja a estimativa de que outros 15 mil seguem presos no sul do país, onde o trânsito terrestre, marítimo e aéreo foi afetado pelos temporais.

 

"Tinha pensado em ir a Samui, mas alguns amigos de lá me disseram que é impossível chegar ou deixar a ilha, e que não há eletricidade na maior parte do dia", explicou à Laura, uma turista espanhola.

 

O primeiro-ministro tailandês, Abhisit Vejjajiva, visitou a região para supervisionar o processo de evacuação pelas inundações e os deslizamentos de terra, que afetaram mais de 700 mil pessoas.

 

As fortes precipitações, que começaram há uma semana, ocorrem na estação que deveria ser a mais seca e quente do ano na Tailândia.

 

Desde segunda-feira todos os voos estão cancelados no aeroporto de Samui, o que deixou em terra milhares de passageiros, principalmente turistas estrangeiros.

 

As inundações provocaram a morte de dez pessoas na província de Krabi, sete em Nakhon Si Thammarat, três em Surat Thai e outra em Patthalung, declaradas zonas de desastre, assim como sete outras províncias.

 

Entre outubro e novembro do ano passado, mais de 200 pessoas morreram pelas inundações que afetaram 8,6 milhões de pessoas em 51 das 77 províncias da Tailândia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.