Investidores compram 95% da mexicana Aviación Airline

Um consórcio de investidores mexicanos comprou 95% da linha aérea Mexicana de Aviacion, que havia feito pedido de falência um mês atrás. O grupo Tenedora K foi formado para "capitalizar" e "salvar" o Nuevo Grupo Aeronautico, holding que controla a companhia aérea e mais duas linhas aéreas domésticas, a Mexicana Click e Mexicana Link, segundo comunicado divulgado hoje.

AE, Agência Estado

21 de agosto de 2010 | 20h27

O grupo informou que a aquisição foi apenas a primeira etapa do processo de recapitalização da falida linha aérea e deve tirar a companhia do sistema de supervisão de falência da corte local. O Tenedora K não informou quanto deve pagar pela linha aérea, mas o principal acionista da companhia, da rede mexicana de hotelaria Posadas, afirmou na sexta-feira que havia vendido sua participação de 30,4% das ações por um valor "simbólico".

Entre os participantes do Tenedora K, estão a construtora Omega e a seguradora Arizan.

No começo deste mês a Mexicana de Aviación abriu falência obtendo proteção ante seus credores. A Mexicana Click e a Mexicana Link ficaram fora do arranjo e a Mexicana de Aviación apenas suspendeu alguns voos para Londres, Madri e Montreal. A empresa transporta diariamente cerca de 22 mil passageiros e é a maior companhia aérea internacional do país e a número dois em voos domésticos, atrás apenas da Aeromexico. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Méxicoaviacionconsórcio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.