Investigação culpa Suíça por blecaute na Itália

Autoridades suíças não reagiram com a ?urgência? necessária, nem tomaram as medidas adequadas, após o curto-curcuito de uma linha de transmiossão durante uma tempestade, fato que gerou uma reação em cadeia e levou quase toda a Itália a ficar sem eletricidade, diz relatório divulgado pelos operadores da rede elétrica européia.A União para Coordenação da Transmissão de Eletricidade, que reúne mais de 30 operadoras européias, também destacou, no ?contexto geral?, que a rede do continente não foi projetada para o ?alto nível? de venda de potência entre os diferentes países, comum nosdias atuais. Os sistemas de transmissão operam ?perto do limite? de segurança, afirma o relatório.?Estamos usando o sistema em situações para as quais ele foi construído?, disse o chefe do comitê de investigação, Frank Vandenberghe, acrescentando que a situação não torna blecautes inevitáveis, desde que a operação seja aproporiada - o que não ocorreu no caso suíço.O blecaute de 28 de setembro na Itália deixou mais de 50 milhões de pessoas, em 95% do país, sem energia por até 18 horas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.