Investigação sobre balsa de NY focalizará o piloto

A investigação sobre a colisão da balsa de Staten Island, que causou dez mortes e feriu dezenas de passageiros, centrou seu foco em descobrir se o piloto, capitão-assistente Richard Smith, perdeu os sentidos e caiu sobre os controles antes de a embarcação bater na doca de concreto. O vereador Michael McMahon, depois de ouvir um depoimento de autoridades dos serviços de resgate e transportes, disse que o desastre pode ter relação com a saúde do piloto e com os remédios que Smith estaria tomando para controlar a pressão.Smith tentou cometer suicídio depois da colisão, cortando os pulsos e atirando contra si mesmo com uma arma de ar comprimido, disse a polícia. ?O capitão-assistente que estava nos controles caiu?, disse McMahon. ?Quando o outro capitão finalmente dominou o barco, já era tarde?.Há mais de 60 pessoas hospitalizadas por conta do acidente, oito em condição crítica. Os mortos são uma mulher e nove homens. Uma mulher desaparecida, que chegou a ser contada como a 11ª morte causada pelo acidente, foi encontrada, a salvo, na casa de uma amiga.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.