Investigadores sul-coreanos são alvo de ataque no Iêmen

Atentado deixou como única vítima seu autor; grupo investiga morte de turistas da Coreia do Sul

Efe,

18 de março de 2009 | 05h13

Um desconhecido detonou nesta quarta-feira, 18, no Iêmen uma bomba contra investigadores da Coreia do Sul que averiguam o assassinato de quatro turistas sul-coreanos, mas o atentado deixou como única vítima seu autor, conforme informaram à Agência Efe fontes policiais.

 

Segundo as fontes, o ataque aconteceu quando os investigadores passavam por uma via que liga Sana ao aeroporto internacional. Na comitiva também havia diplomatas sul-coreanos.

 

Quando a delegação sul-coreana passava em frente à base aérea de Dulaimi, o suicida detonou a bomba, sem deixar vítimas, porque a explosão aconteceu segundos antes de a equipe passar pelo local.

 

Os sul-coreanos tinham chegado ao Iêmen para investigar a morte de quatro turistas da Coreia do Sul e de um motorista iemenita, assassinados no domingo passado no sudeste do país por um suicida que a Polícia suspeita ser membro da Al-Qaeda.

 

O Iêmen é o centro de operações da Al-Qaeda na península arábica, apesar dos esforços do Governo local para acabar com o grupo terrorista, autor de vários atentados nos últimos anos contra turistas e instalações diplomáticas.

Tudo o que sabemos sobre:
Coreia do SulIêmenatentado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.