Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Irã aceita acordo nuclear, mas quer mudanças, diz TV

O Irã aceitará uma proposta sobre enriquecimento de urânio apoiada pelas Nações Unidas, mas quer "mudanças muito importantes" no acordo, segundo a emissora estatal Al-Alam. Hoje a televisão citou uma fonte próxima da equipe de negociação nuclear do país, afirmando que Teerã oferecerá sua resposta nas próximas "48 horas".

AE, Agencia Estado

27 de outubro de 2009 | 09h25

A proposta já recebeu apoio de Estados Unidos, França e Rússia. "O Irã aceitará a estrutura ampla do acordo, mas quer mudanças muito importantes nele", afirma o relato da emissora, sem mais detalhes. A agência de notícias Fars confirmou que o país responderá à proposta em dois dias, citando uma fonte que pediu anonimato. "O Irã está perdendo tempo porque agora é hora de dialogar", afirmou hoje o ministro de Relações Exteriores francês, Bernard Kouchner.

O acordo proposto prevê que o Irã envie urânio pouco enriquecido para o exterior, a fim de que seja convertido em combustível nuclear. Com isso, a comunidade internacional teria mais controle sobre o material, que pode tanto ser usado para produzir energia quanto armas. Teerã afirma ter apenas fins pacíficos, mas países como EUA e Israel alegam que o país também deseja produzir armas nucleares em segredo.

O Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) já impôs três rodadas de sanções ao país persa por seu programa nuclear, mas o Irã resiste a interrompê-lo, afirmando que tem o direito de manter um programa nuclear pacífico. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Irãprograma nuclearacordomudanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.