Irã aceita plano de paz saudita para o Oriente Médio

O Irã, cujos "falcões" políticos defendem a destruição total de Israel, aceitou o plano saudita para a paz no Oriente Médio, que fora proposto dias atrás pelo príncipe herdeiro Abdullah, informou hoje o jornal árabe internacional Asharq al-Awsat.De acordo com o diário, a aceitação do plano saudita por parte do Irã foi comunicada ao príncipe Abdullah ontem à noite em Jidá pelo enviado pessoal do presidente Mohammad Khatami, o vice-ministro das Relações Exteriores Mohammad Sadr.Citando fontes diplomáticas iranianas, o jornal informou que Sadr dissera ao príncipe saudita que Teerã "aceitará aquilo que os árabes e os muçulmanos aceitarem e o que eles considerarem apropriado para a paz no Oriente Médio e para a causa palestina em particular".Sadr, de acordo com o diário, assegurou a Abdullah que seu país "não colocará obstáculos aos esforços sauditas, árabes e muçulmanos neste sentido".O plano proposto informalmente por Abdullah prevê o reconhecimento de Israel por parte dos países árabes em troca da retirada do exército israelense dos territórios ocupados na "guerra dos seis dias (junho de 1967)".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.