Irã adverte Israel em caso de disputa nuclear

Israel cometerá um "erro fatal" se recorrer à ação militar para deter o programa nuclear iraniano, disseram neste domingo autoridades do Irã, um dia depois de o ministro da Defesa israelense, Shaul Mofaz, ter dito que seu país se prepara para frear as ambições nucleares de Teerã.Mofaz disse que Israel não aceitará que o Irã desenvolva atividades nucleares. Embora ele não tenha ameaçado diretamente com uma ação militar, deixou claro que Israel deve defender-se e prepara-se para isso, caso a diplomacia fracasse."Consideramos as declarações de Mofaz como uma forma de guerra psicológica. Israel sabe que seria um erro fatal atacar o Irã", disse o porta-voz do Ministério de Relações Exteriores do Irã, Hamid Reza Asefi, insistindo que o diálogo é a melhor estratégia para solucionar a controvérsia sobre o programa nuclear iraniano.Israel é o único país do Oriente Médio com armas atômicas, não declaradas oficialmente. Em 1981, aviões israelenses destruíram um reator nuclear do Iraque. A estimativa de especialistas do grupo Carnegie Endowment for International Peace, de Washington, é que Israel possui cerca de 200 ogivas nucleares em mísseis balísticos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.