Irã ameaça retaliar possível ação militar americana com ataque à Israel

O comandante da Guarda Revolucionaria Iraniana, general Mohammad Ebrahim Dehghani, disse nesta terça-feira que os israelenses serão os primeiros alvos do Irã numa possível retaliação contra qualquer ataque realizado pelos Estados Unidos.Dehghani também afirmou que Israel não está preparado para entrar em combate contra o Irã.O presidente dos EUA, George W. Bush, disse que a opção militar para reter os avanços nucleares do Irã continua na "mesa". Entretanto, Washington pretende resolver o problema diplomaticamente."Nós estávamos preparando manobras militares para maio, mas devido às questões relacionadas ao nosso programa nuclear e sob a recomendação de Ali Larijani (principal negociador nuclear do Irã), as manobras foram adiantadas em 40 dias", disse Dehghani.A última sexta-feira foi o dia marcado pelo Conselho de Segurança da ONU para o Irã parar com seu programa de enriquecimento de urânio. Como isso não foi realizado, agora membros do conselho estão considerando os próximos passos, que podem incluir sanções. Rússia e China, entretanto, se opõem à tais medidas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.