Irã anuncia novos testes com mísseis de curto alcance

O Irã anunciou novos testes com mísseis de curto alcance no domingo. Além disso, o presidente Mahmoud Ahmadinejad desmentiu as críticas de que a economia do país foi abalada pelas sanções da ONU impostos ao país, devido ao seu programa nuclear.Os testes acontecem no mesmo momento que os Estados Unidos enviam um segundo porta-aviões ao Golfo Pérsico. Os oficiais americanos disseram que o USS John C. Stennis, que chega em águas do Oriente Médio em algumas semanas, é um aviso ao Irã.O envio parece alarmar a liderança linha-dura do Irã, incluindo um membro do poderoso corpo clérigo que advertiu na última semana que Washington planeja atacar, possivelmente golpeando as instalações nucleares iranianas. Os oficiais americanos têm se recusado a tomar posições drásticas contra Teerã, mas a ação militar seria um dos últimos recursos.A televisão estatal do Irã disse que a Guarda Revolucionária planeja começar em três dias os testes com os mísseis Zalzal e Fajr-5. Não se pode confirmar se o exercício será perto da cidade de Garmsar, aproximadamente 60 milhas ao sudeste de Teerã."A manobra é uma avaliação que visa a defesa e as potencialidades de combate dos mísseis", disse um comandante não identificado da Guarda.No ano passado, o Irã realizou três exercícios militares em grande escala para testar mísseis.As novas manobras do Irã são as primeiras desde que o Conselho de Segurança da ONU impôs sanções ao país no último mês para que Teerã suspenda o enriquecimento de urânio. As sanções proíbem a venda de materiais e de tecnologia que poderiam ser usados nos programas nucleares iranianos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.