Irã anuncia que colocará 3 mil centrífugas em operação até 2007

O diretor da Organização da Energia Atômica do Irã, Gholam Reza Aghazadeh, anunciou nesta quinta-feira que seu país planeja colocar 3.000 centrífugas em funcionamento até março de 2007. Aghazadeh, citado pela televisão estatal iraniana, fez esta declaração antes de se reunir com o diretor da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), Mohammed El Baradei, que tenta convencer os líderes iranianos a suspenderem seu plano nuclear. Segundo o responsável iraniano, o Irã utilizará "nos próximos anos até várias outras milhares de centrífugas para conseguir a produção de combustível nuclear de forma industrial no país". "As centrífugas utilizadas no Irã têm até 1,80 metro de altura e são formadas por 200 peças, 94 delas de tecnologia muito sensível e avançada", disse Aghazadeh, ressaltando que estas centrífugas foram construídas por analistas iranianos. Aghazadeh também disse que El Baradei visita o Irã em resposta a um convite que ele tinha feito, e que o responsável internacional não deve visitar instalações nucleares. O diretor iraniano também disse confiar em que a presença de El Baradei no Irã "influirá muito" em seu próximo relatório ao Conselho de Governadores da AIEA.

Agencia Estado,

13 Abril 2006 | 11h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.