EFE/Abedin Taherkenareh
EFE/Abedin Taherkenareh

Irã aumentará aos poucos sua 'capacidade defensiva', diz Rohani

Presidente comparou conjuntura atual com o governo Donald Trump com o período de guerra com o Iraque, afirmando que o americano busca uma 'guerra psicológica' contra Teerã

O Estado de S.Paulo

22 Setembro 2018 | 03h46

TEERÃ - O presidente do Irã, Hassan Rohani, declarou neste sábado, 22, que aumentará aos poucos a "capacidade defensiva" do país, aludindo à produção de mísseis militares.

"Nunca reduzimos nossas capacidades defensivas, nós as aumentamos dia a dia", declarou Rohani, durante discurso que precede o desfile militar em comemoração ao Dia das Forças Armadas. "O fato de se incomodarem com nossos mísseis demonstra que nossas armas são mais eficazes"

Rohani comparou a atual conjuntura do país, que enfrenta sanções americanas após a saída dos Estados Unidos do acordo nuclear firmado na gestão Obama e rompido por Trump, com o período no qual o Irã entrou em guerra contra o Iraque, à época governado por Sadam Hussein.

De acordo com o presidente, assim como Hussein rompeu um acordo de 1975 que delimitava a fronteira entre o Irã e o Iraque, Trump retirou os EUA do pacto nuclear firmado em 2015 para iniciar uma "guerra psicológica" contra o governo iraniano. //AFP

Mais conteúdo sobre:
Hassan RohaniIrã [Ásia]

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.