Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Irã condena 6 à morte por protestos contra governo

A Justiça do Irã condenou à morte, nesta segunda-feira, seis pessoas que foram detidas durante os protestos contra o governo de 27 de dezembro em Teerã. Os réus foram acusados de ter "insultado os sacramentos islâmicos" durante as violentas manifestações contra o presidente Mahmoud Ahmadinejad.

AE-AP, Agencia Estado

15 de março de 2010 | 20h01

Milhares de pessoas foram detidas desde junho de 2009 por participarem de protestos contra a reeleição de Ahmadinejad, que, segundo a oposição, foi fraudulenta. A maioria foi libertada, mas centenas, dentre eles dezenas de reformistas, jornalistas e ativistas pelos direitos humanos, continuam atrás das grades.

Alguns líderes opositores já receberam pesadas penas de prisão e dezenas de pessoas, acusadas de tentar fomentar a discórdia e depor o regime, foram condenadas à morte. Duas dessas pessoas foram executadas em janeiro e outras dez esperam o resultado de suas apelações

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.